Descrição

Meu nome é Luanna Cabral, descobri dia 09 de Janeiro de 2012 que estou com câncer de mama. Já fiz cirurgia e agora estou fazendo tratamento com quimioterapia. Criei esse blog no intuito de contribuir com as minhas aprendizagens adquiridas durante o tratamento. Sei que não é fácil receber esse diagnóstico mas com bom humor eu tento vencer cada dificuldade que surge. Deus é maravilhoso e com Ele não precisamos temer pois Ele tudo pode. Lucas 1;37: Porque para Deus nada é impossível.

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Como descobri o nódulo...

    Fui a minha ginecologista, fazer exames de rotina. Ela examinou minha mama, quando para nossa surpresa foi encontrado um "carocinho" que poderia ser gordura. Realizando o auto exame, percebi a existência  de um nódulo mas achei que poderiam ser glândulas pois sempre apareciam próximo ao período mestrual quando os meus seios ficavam muito inchados.


    A médica me deu uma solicitação para fazer uma ultrassonografia. Para um rápido diagnóstico, realizei o exame o mais depressa que pude. No momento que eu estava realizando o procedimento da ultrassonografia, perguntei ao médico diversas vezes se era apenas gordura mas ele me falou que era um nódulo, aparentemente benigno, mas que seria necessário fazer uma punção. Tive um pouco de medo porque tenho uma prima de II grau que teve câncer de mama mas fiz tudo que era necessário. 


    Tentei marcar por diversas vezes uma consulta com o meu mastologista mas não tinham vagas. Fui a outra mastologista e ela me examinou e falou que o nódulo tinha aparência de benigno, pediu uma punção e que depois do resultado eu deveria fazer uma cirurgia de retirada do nódulo. Dois dias antes da punção, liguei para a clínica apenas para confirmar a data do exame e me disseram que essa médica não estaria no dia da realização do exame pois a mesma precisou se ausentar por motivo de doença. 


    Graças a Deus consegui falar com essa médica e ela permitiu que o meu médico, aquele que eu não conseguia marcar a consulta, realizasse a minha punção. Bem, são diversas coisas que escutamos sobre a punção, tais como: "dói muito, é terrível, é insuportável". Mas posso dizer por experiência própria que eu  não senti nenhuma dor, apenas a furadinha da agulha mas nada de tortura ou de terrível. Quero enfatizar sobre esse exame porque como eu, diversas pessoas também buscam informações pela internet e acabam se deparando com relatos de pessoas que falam sobre a punção de uma forma aterrorizante.



    Respeito a dor e o sofrimento das pessoas mas prefiro transmitir coisas, pensamentos e sentimentos positivos. Me lembro desse período, dos meus medos, medo do que para mim é desconhecido e novo mas sempre tentei colocar minha fé em ação. Não é fácil acreditar no que não podemos ver e principalmente em momentos de lutas mas quando confiamos em Deus, nós podemos sentir a sua presença e o seu agir em nossas vidas.


"Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que não se vêem" (Hebreus 11:1).

2 comentários:

  1. Luanna querida,
    Faço das suas palavras as minhas. Nada há de aterrorizante na punção. Nada de dor. Muito simples.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Adorei o que li, vou fazer uma punção no sábado dia 07/06/14 e tenho silicone, estava preocupada com a famosa dor da agulha. Obrigada.

    ResponderExcluir

Postagens Populares